12
set

Praticidade e Harmonia

A arquiteta Suelen Parizotto apresenta um seleto e elegante projeto corporativo ao Book Sua Casa em uma edição especial “Collection Anuário Paranaense de Decoração de 2015”.

Suelen Parizotto Rua Comendador Araújo 86, conjunto 22 Curitiba – PR Fotos do projeto: Carol Sábio Uma nova sala comercial, em Curitiba, precisava de maior espaço e de divisórias eficientes, que proporcionassem funcionalidade e conforto térmico e acústico. Foi preciso proporcionar um projeto onde a sofisticação e o aconchego andassem juntos.
Duas salas comerciais viraram apenas um único espaço em um empreendimento empresarial de Curitiba, tornando-se um desafio para a arquiteta Suelen Parizotto para atender às necessidades e anseios dos proprietários.
O primeiro encontro com eles foi bastante dinâmico e proveitoso, conta a profissional. “Discutimos estrategicamente todos os setores, com os clientes passando todas as diretrizes que precisavam para o funcionamento da empresa”, diz Suelen. Nos pedidos estavam uma sala de reunião, ambientes da diretoria, espaço para gerência e uma área de trabalho geral – com muita sofisticação e, principalmente, a eficiência para incrementar a produtividade.
A arquiteta soube perceber o quanto a questão da funcionalidade é essencial, priorizando o conforto e bem-estar dos trabalhadores, assim como a praticidade nas tarefas. “A estética não pode se sobrepor às necessidades do cliente, mas sim ser unida à composição para permitir a eficácia na realização de tarefas diárias”, enfatiza a arquiteta.
O layout como um todo pedia soluções funcionais e de extremo bom gosto na setorização. Nesse sentido, a opção foi pelas divisórias da Alberflex, que permitiu uma paginação funcional, atendendo também requisitos termoacústicos.

Suelen Parizotto

Rua Comendador Araújo 86, conjunto 22
Curitiba – PR
Fotos do projeto: Carol Sábio

Cores claras foram utilizadas em todo o escritório, junto ao uso da madeira nos mobiliários. Outros detalhes também tornaram-se peças-chave. “As cadeiras confortáveis foram essenciais para a elegância de um projeto atemporal”, comenta a arquiteta Suelen.

Na sala de reuniões e diretoria, foram usadas soluções de iluminação natural e artificial, visando incrementar a funcionalidade. A vista privilegiada foi bastante enfatizada durante o projeto, para que pudesse ser aproveitada ao máximo e da melhor maneira. Com a especificação das divisórias Alberflex, ambos os espaços tiveram acesso às janelas, tornando o décor mais claro.

“As salas pediam algo funcional e de extremo bom gosto. Sempre tento levar de alguma forma a natureza para dentro dos ambientes”, diz Suelen. O mobiliário foi projetado com base na sofisticação, tendo a madeira como protagonista por ser um material natural e nobre. Com o verde na decoração, o projeto soube integrar a natureza e o espaço urbanístico do entorno do empreendimento.

Os ambientes foram divididos conforme a funcionalidade que cada um pedia, assim como os móveis – planejados de acordo com o espaço e a necessidade. Devido à tecnologia presente nas divisórias entre as salas, foi possível colocar um isolamento termoacústico. Este item é fundamental nos edifícios verdes como este onde está a sala, trazendo conforto aos usuários e contribuindo para um menor impacto no meio ambiente.

O escritório continua sua extensão com as demais mesas dos funcionários. Para o piso, foi escolhido porcelanato na cor neutra, acompanhando as cores suaves que complementam o espaço.

Por ser em um ambiente de trabalho, o projeto luminotécnico foi elaborado com muita minuciosidade, exigindo iluminação funcional e confortável. O padrão mobiliário trabalhado soube transpassar seriedade e comprometimento para o décor em meio ao requinte da proposta.